É perfeito para o diagnóstico de escleroses, derrames, tumores, tendinites e infecções como no cérebro ou na medula espinhal.

 

A ressonância magnética também é muito utilizada para análise de complicações como ligamentos rompidos ou lesões e para avaliação de massas em tecidos macios e de tumores ósseos.

Na área de diagnóstico por imagem é um dos métodos mais precisos. O equipamento permite que médicos analisem quase tudo o que está dentro do corpo humano. Mais especificamente, ele analisa qualquer órgão ou tecido que tenha água em sua composição, ajudando a identificar tumores, doenças degenerativas, ortopédicas, neurológicas e cardiovasculares com mais precisão.

 

Procedimento

O exame costuma durar cerca de trinta minutos. O paciente é devidamente posicionado dentro de um tubo que possui as duas extremidades abertas. Este tubo começará a emitir sinais que serão interpretados e gerarão imagens em um computador. É de extrema importância que o indivíduo permaneça imóvel dentro do aparelho. Qualquer espécie de movimento dificulta a geração das imagens. Este é um dos motivos pelos quais a ressonância magnética não é muito realizada em crianças e em pessoas que sofrem de  doenças que promovam espasmos musculares.

Durante o exame a máquina faz bastante barulho.  A maioria dos centros de exames dão fones de ouvido para o paciente, para que o barulho não incomode muito. O tecnólogo responsável pelo exame irá acompanhar o seu estado por todo o processo. Caso haja algum desconforto, a pessoa pode apertar uma campainha dentro do tubo e o procedimento é interrompido. Para melhores resultados, recomenda-se ao paciente fechar os olhos e relaxar.

Copyright © 2017 Multimagem Diagnósticos. Todos os direitos reservados.
Dsenvolvimeto: PortalQuest